A Queda Capilar Afeta Ambos os Sexos?

Com o avançar dos anos é comum os fios de cabelo passarem por transformações e se tornarem cada vez mais finos e rarefeitos. No entanto, além do fator “idade”, nos consultórios especializados a queda de cabelo e a calvície são queixas bastante comuns  em diversos estágios da vida e podem ser respostas a problemas de saúde como questões genéticas, disfunções hormonais, deficiências nutricionais, traumas, medicamentos, hábitos alimentares ou doenças sistêmicas.

Diante da infinidade de causas, a investigação diagnóstica torna-se imprescindível e deve ser iniciada com um detalhado entendimento acerca do histórico e exames clínicos do paciente. A queda de cabelo impacta a autoestima e a qualidade de vida de homens e mulheres e por esse motivo muitos têm encontrado no transplante capilar uma alternativa bastante eficiente para reverter o cenário e recuperar a autoconfiança.

Queda capilar em homens

Homens, em geral, são os mais afetados pela calvície hereditária ou alopecia androgenética, entretanto muitas mulheres também sofram desse problema. Esse quadro é comumente observado após a puberdade, entre 20 a 30 anos, e se estende ao longo da vida.

A patologia é caracterizada não pela queda em si, mas pela miniaturização dos fios. Na prática, os fios de cabelos se tornam mais finos, mais curtos e mais claros, e de maneira lenta e progressiva alcança o seu auge, isto é, a atrofia total do folículo piloso.

A perda dos cabelos pode ser progressiva, mas também pode ser repentina, como no caso da alopecia areata que acomete o couro cabeludo e/ou outras partes do corpo. Alguns tipos de alopecia são temporárias, já outras são permanentes.

Queda de cabelos feminino

Assim como os homens, as mulheres podem ser acometidas pela alopecia androgenética ou pela alopecia areata, no entanto, há, ainda, quedas de cabelo causadas pela alopecia por tração devido ao recorrente tracionamento dos fios por coques, tranças, rabos de cavalos e mega-hair.

Além dessas, mudanças nos hormônios e no metabolismo de modo geral podem levar à queda de cabelo temporária como durante ou após a gestação e na menopausa. Medicamentos e estresse físico ou emocional também podem causar o problema.

O que fazer ao identificar queda acentuada de cabelo?

Ao identificar o aumento da queda de cabelo ou a redução acentuada do seu volume, deve-se buscar um dermatologista tricologista para solicitar uma avaliação completa. Embora possa ser uma queda pontual, pode significar um problema de saúde mais grave. Quanto antes procurar orientação, melhores as chances de cura ou retardo do avanço da patologia.

Quais tratamentos são adotados para queda de cabelo?

O tratamento depende da causa. Nos quadros em que a queda de cabelo é resultado de um agente controlável, como estresse ou tireóide, é possível tratar o problema atacando a causa e/ou com a associação de vitaminas e suplementos para regular o organismo. Em casos hereditários ou mais severos, a queda de cabelo pode ser tratada com medicamentos específicos ou transplante capilar.

Queda de cabelo ou calvície? Não hesite, busque auxílio médico profissional.

Os especialistas da Clínica Camara Lopes são experientes e estão aptos a diagnosticar e tratar diversas afecções capilares.